Acupuntura Sistêmica

Acupuntura Sistêmica : Menopausa e Meio da Vida

Segundo a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), há em todos os seres certa harmonia entre o Yin e Yang. O Yin é forma, substância, tudo que é palpável e constitui o organismo. Já o Yang representa aquilo que é animado, o movimento, a transformação. No ser humano, a alternância do yin e do yang é expressa pelo Qi (energia) e pelo xue (sangue). Na mulher existe uma predominância de sangue e no homem de energia. Sendo assim, a mulher é mais Yin, sangue e substância, e o homem é mais Yang, energia e movimento.
Vivemos uma época em que, cada vez mais, a menopausa é vista como uma fase que mulher nenhuma almeja, pois traz sintomas indesejáveis, mas essa e uma visão triste e superficial. Passadas as ilusões de menina-moça, realizadas as funções maternas (em algumas mulheres) e cumpridas as metas da primeira parte da vida, que muito têm a ver com aquisições físicas e materiais, finalmente é chegada a idade madura da mulher, o momento da queda do Yin.
O tratamento da menopausa pela acupuntura, alimentação e atividade física tem como objetivo ajudar a mulher a reencontrar seu ponto de equilíbrio. Entretanto não será capaz de suprimir todos os sintomas. Não podemos esquecer que são justamente os sintomas que obrigam a mulher a tomar consciência das mudanças em seu corpo. Por isso é importante que o acupunturista não se limite apenas a colocar agulhas; seu papel é acompanhar, sentir e se fazer presente nesse momento de grandes transformações.
Os sintomas dessa acentuada queda de Yin são calorões, diminuição do sono, sudorese noturna, diminuição da lubrificação das mucosas, ressecamento da pele, parada de menstruação. A mulher fica mais agitada e inquieta, sendo mais suscetível a mudanças de humor. A depressão às vezes se torna presente neste período, pois as mulheres se sentem perdidas,com um vazio, e perguntam para si mesmas: o que está acontecendo comigo?
A Medicina Tradicional Chinesa aponta o desequilíbrio energético do meridiano do Rim como o principal fator desencadeante dessas alterações. O desequilíbrio do Rim poderá estar associado ao desequilíbrio energético dos meridianos do Fígado, Coração, Estômago e Baço-Pâncreas, além de estagnação do Qi (energia) e do Xue (sangue).
Todo ciclo contém em si o nascimento, o crescimento, o envelhecimento e a morte. A menopausa é um momento em que não há mais a possibilidade de procriação, a menstruação cessa e a Essência Vital (Jing) dirige-se ao coração, por não estar mais ligado à função reprodutiva. Nesse momento potencializa-se a capacidade da mulher entrar ainda mais em contato com sua natureza íntima. É um convite ao recolhimento das projeções da primeira parte da vida, é o espaço necessário para simplesmente ser e sentir o corpo e a pulsação interior. Que venha este novo ciclo: não se pode criar nada quando tudo está completo, só no vazio há espaço para o novo: menopausa.
Adriana da Boit Educadora Física e Acupunturista